Quinta-feira, 16 de Setembro de 2010

Quando uma pessoa sabe mesmo - mas mesmo a sério - dirigir uma equipa de colaboradores, não tem medo de desafios como o que Madaíl, intelegentíssimo, colocou a Mourinho. Mais: com a forma de trabalhar de José Mourinho, tendo como tem pessoas em quem confia completamente e que neste momento certamente não trabalham com ele (as equipas técnicas só podem ter um número finito de gente; não esquecer que o observador dele até há coisa de ano é o treinador principal do Porto), eu voto na seguinte proposta: se Mourinho ganhar os dois jogos (como irá acontecer), ele que dirija a selecção a partir de Madrid, com um colaborador por ele escolhido a fazer o trabalho de sapa. E nós quase sem querermos ainda somos campeões da Europa. E ele o único técnico a ganhar não sei quantas coisas não sei onde e tudo com menos de 50 anos. Sorte a nossa. Como já disse noutro email: isto é tudo por um feliz acaso. E este pode ser o caso.



publicado por JRS às 20:16 | link do post | favorito

mais sobre mim
posts recentes

O Mário

Mistress

FCF

Mira Técnica

Easter Message

PPD/PSD

It is

Canção Triste

Portugal

A Moral da Coisa

arquivos

Março 2013

Fevereiro 2013

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

blogs SAPO
subscrever feeds