Quinta-feira, 18 de Novembro de 2010

Esta é a música mais conhecida de Elliot Smith. Suicidou-se há anos e deixou orfão uma série de seguidores. Não foi nenhum génio, não foi um gajo qualquer: foi só uma pessoa que pegou na guitarra e compôs poesia. Fica o video da música que mereceu reconhecimento global por causa do filme do Gus Van Sant. E, em acrescento, ele como um cisne, nos Óscares, a fazer o que fazia melhor: estar e colocar-nos fora do nosso elemento, como se tudo fosse inesperadamente simples e estranho.

 

 

 



publicado por JRS às 00:54 | link do post | favorito

mais sobre mim
posts recentes

O Mário

Mistress

FCF

Mira Técnica

Easter Message

PPD/PSD

It is

Canção Triste

Portugal

A Moral da Coisa

arquivos

Março 2013

Fevereiro 2013

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

blogs SAPO
subscrever feeds