Terça-feira, 28 de Dezembro de 2010

As duas Vénus Hotentote demoraram o tempo previsto para reagirem a um pequeno comentário neste blogue. Podem no entanto ficar ambas descansadas: depois de ter ganho a aposta sobre o tempo da reacção, dedicar-me-ei novamente a coisas bem mais produtivas - mas estou de férias, perdoem-me, foi mais forte do que eu.

Uma coloca aqui o seu auto-retrato, certamente em homenagem às suas origens africanas, conseguindo desmontar toda a minha estratégia em três linhas - o que eu mais quero é aumentar o número de transeuntes nesta Rua à sua custa, claro.

A outra deambula por melindres inexistentes e uma campanha publicitária bem interessante acabando a querer que se chamem os bois pelos nomes: embora bípede, pareço ser o único ser vivo dos quatro que tem a coragem de, na blogosfera, ter um nome que permite saber-se de quem se trata. O que, bem vistas as coisas, com ou sem os tracinhos que tanto irritam tanta gente, deve querer dizer alguma coisa. Uma boa pergunta - a que o senhor Macieira já respondeu - é saber se ambas as senhoras teriam a coragem de escrever o que escrevem se o anonimato não fosse a armadura dos fracos.

E, como os americanos, eu resto o meu caso



publicado por JRS às 23:42 | link do post | favorito

mais sobre mim
posts recentes

O Mário

Mistress

FCF

Mira Técnica

Easter Message

PPD/PSD

It is

Canção Triste

Portugal

A Moral da Coisa

arquivos

Março 2013

Fevereiro 2013

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

blogs SAPO
subscrever feeds